08/10/2016

Popó: Lição de Vida

 Na cidade de São Paulo, no Cemitério da Consolação, existe um personagem que é um autêntico historiador, pois ele sabe e ensina aos visitantes e turistas quem são as personalidades importantes que estão sepultadas lá; além disso, ele dá uma lição de vida quando fala sobre a morte.
"Eu estudo a morte para melhor conhecer a vida."
Francivaldo Gomes - Popó

 O Cemitério da Consolação é uma espécie de museu a céu aberto. Fundado em 15 de agosto de 1858, com túmulos de personalidades como Monteiro Lobato, Tarsila do Amaral, Ramos de Azevedo, Antoninho da Rocha Marmo, Mário e Oswald de Andrade, lá também existem obras de relevantes escultores, tais como Victor Brecheret, Nicola Rolo, Luigi Brizzolara, entre outros.

Popó
Popó recebe o Título de Cidadão Paulistano na Câmara Municipal de São Paulo. Foto: André Bueno / CMSP

 Francivaldo Almeida Gomes, mais conhecido como Popó, nasceu em 23 de setembro de 1967, em Crateús, Ceará, passando a infância com quatro irmãos e três irmãs. Em 1986, veio para a cidade de São Paulo, ingressando no serviço público como sepultador, no Cemitério da Consolação. 

 Dotado de inteligência e boa memória, Popó estudou a história do cemitério por conta própria e em 2002 assumiu o papel de historiador do local.

 Em 6 de setembro de 2016, por iniciativa do vereador Jamil Murad (PCdoB), recebeu o Título de Cidadão Paulistano, na Câmara Municipal de São Paulo. "Ele foi trabalhar com um assunto difícil. Estudar os túmulos, os mármores, a história das pessoas sepultadas ali, e ao invés de ver a tristeza, ele reconstituiu a vida dessas pessoas.", declarou o vereador Jamil Murad.

 O homenageado não se esqueceu de quem o ajudou muito, o seu grande professor, que também trabalhava no cemitério. "Tive a oportunidade de conhecer uma pessoa que representava muito a cidade de São Paulo, professor Délio Freire. O motivo de eu estar aqui eu devo muito a ele, pelo que fez, pelo que me ajudou, sem dúvidas era uma pessoa que amava muito essa cidade e se foi em 2002." disse Popó. 

 "O Popó é o nosso xodó. Mesmo a gente tendo o nosso aplicativo, guia do cemitério Consolação, e também QR -Code com mapa do local para visita autoguiada, mas a visita do coração, insubstituível é com essa graça de pessoa que é o Popó, paulistaníssimo, e por isso reconhecido como tal.", afirma Lúcia Sales, superintendente municipal do Serviço Funerário.

Veja o vídeo:

Serviço:
Cemitério da Consolação
Endereço: Rua da Consolação, 1660 - Consolação - Zona Oeste - São Paulo - SP.
Para agendamento de visitas monitoradas, envie um e-mail para: assessoriaimprensa@prefeitura.sp.gov.br
Entrada gratuita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...