Rogéria Morre no Rio

 Aos 74 anos de idade, na noite de 04 de setembro de 2017, a atriz Rogéria morreu no Rio de Janeiro, em decorrência de choque séptico. A artista estava internada no Hospital Unimed-Rio, desde 08 de agosto, devido a um quadro de infecção urinária, mas teve complicações, o que provocou o seu falecimento.
 O nome verdadeiro dela era Astolfo Barroso Pinto, intitulava-se a "Travesti da Família Brasileira". 

 A artista iniciou a carreira como maquiadora da TV Rio. Foi símbolo gay e nome destacado na luta contra a homofobia. 

 Participou de cinema, teatro e novelas como "Tieta" (1989), "Paraíso Tropical" (2007), "Duas Caras" (2008), "Malhação" (2012), "Lado a lado" (2012) e "Babilônia" (2015), além de ser figura presente em desfiles das escolas de samba e programas de TV de diversas emissoras.

 Rogéria está no grupo de travestis e transexuais retratado no documentário "Divinas Divas", dirigido por Leandra Leal, eleito o melhor filme do mais recente Festival do Rio. Ano passado, lançou sua biografia "Rogéria - Uma mulher e mais um pouco".

 O corpo está sendo velado no Teatro João Caetano, no Centro do Rio de Janeiro, e o enterro será nesta quarta-feira, na cidade de Cantagalo, onde Rogéria nasceu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagens Para Quem Perdeu o Pai

Dia de Finados: Mensagem

Janaúba: Crianças Queimadas em Creche